Eco Blog

19 abril

Gestão de clínicas médicas: 3 dicas essenciais

As clínicas médicas geralmente são a realização de profissionais que se dedicaram para finalizar sua formação profissional e começar a fazer atendimentos na sua área. Mas o que acontece na maioria das vezes é que surge a dificuldade em fazer a gestão de clínicas.

Na prática, esses profissionais não são preparados para lidar com questões importantes que uma clínica precisa lidar, desde a parte de pagamento de impostos até o levantamento de metas para que o negócio possa trazer os resultados tão esperados.

Por isso preparamos uma lista de 3 dicas para você melhorar agora mesmo a gestão de clínicas médicas e ter cada vez mais clientes.

Quais são os principais problemas na gestão em clínicas médicas?

Loho, antes de passar de fato quais são as melhores dicas, é importante listar quais são os problemas mais comuns que acontecem com quem precisa gerenciar toda a operação de uma clínica:

  • Não usar tecnologia: confiar que toda a gestão pode ser feita ainda no velho “lápis e papel” é um grande erro para as clínicas médicas. É preciso investir no mínimo de tecnologia para realizar um controle melhor da operação;
  • Não definir datas: é sempre importante seguir uma agenda precisa para não se perder durante o processo de gestão. Os pagamentos precisam ser organizados sempre nas suas datas específicas.

3 dicas para uma ótima gestão de clínicas médicas

1. Separe tudo que é relacionado à pessoa física e pessoa jurídica

Gestão de clínicas médicas: separe PF e PJ.

Gestão de clínicas médicas: separe PF e PJ.

Quando os profissionais iniciam com a gestão de clínicas médicas, geralmente percebem que cometeram um erro enorme no começo: misturar tudo que era relacionado a parte financeira pessoal com a clínica. Logo, esse problema pode acabar prejudicando vários pontos, como o cálculo dos impostos devidos e a declaração do imposto de renda.

Por isso, a primeira dica para quem vai começar com a gestão de clínicas e separar de imediato todas essas contas de pessoa física e pessoa jurídica!

2. Faça a gestão online das informações da cínica e das redes sociais

Gestão de clínicas médicas: explore o âmbito online.

Gestão de clínicas médicas: explore o âmbito online.

Não dá mais para ficar de fora do ambiente online, não é mesmo? Hoje, o processo de “compra” começa do jeito que sempre foi, pedindo referências às outras pessoas!

Entretanto, os consumidores adicionaram um passo antes. Geralmente eles fazem suas próprias pesquisas na internet e dão muita importância ao que encontram online!

Então, o que tudo isso significa em termos de marketing para clínicas médicas? Elas precisam ser fáceis de encontrar, online e offline. E isso faz parte de uma boa gestão de clínicas. Só que uma vez encontradas, é preciso conquistar confiança, e nesse ponto os depoimentos e notas são essenciais.

3. Mantenha sempre um histórico completo de atendimentos

Gestão de clínicas médicas: registre e fidelize seus clientes.

Gestão de clínicas médicas: registre e fidelize seus clientes.

Com o uso da tecnologia, você consegue dar um passo importante para melhorar bastante a gestão. E a principal função que você precisa colocar em prática é fazer o controle contínuo de todos os atendimentos realizados.

Lembre-se que a clínica é uma empresa no final das contas. E você precisa saber se os resultados estão melhorando ou piorando com o passar do tempo.Se está buscando o melhor lugar para iniciar com a gestão de clínicas médicas, então precisa conhecer agora o Eco Medical Sul, o melhor empreendimento da área médica em João Pessoa!

Compartilhe
FacebookTwitterWhatsApp

por Eco Construções

Uma empresa em movimento é uma empresa em constante evolução.

Ligamos para Você

Atendimento por Whatsapp

Atendimento por Whatsapp

Atendimento por Email