Eco Blog

14 janeiro

Garagem de apartamento: regras de uso e convivência

A escassez de garagens e estacionamentos em determinadas regiões do Brasil é um grande fator que contribui na valorização de um apartamento que inclui vagas, se compararmos com outro empreendimento similar mas que não possui garagem, por exemplo.

Entender os motivos que levam a essa valorização é uma tarefa bastante fácil. Apartamentos que contam com uma garagem propiciam aos seus moradores muito mais conforto, segurança e praticidade. No entanto, como sabemos, esse é um assunto que pode gerar polêmicas entre os condôminos de qualquer condomínio, seja ele residencial ou comercial.

Por conta disso, resolvemos separar algumas regras de uso e dicas de convivência para serem adotadas pelos moradores em prol da harmonia no convívio.

A importância das regras de uso da garagem de apartamento

Garagem sendo usada como depósito, vizinhos que estacionam na vaga errada, vagas presas, carro maior que a vaga, etc… Quando o assunto é garagem de apartamento, a lista de polêmicas geradas pela infração ou falta de conhecimento das regras de uso pode ser bem grande.

Para evitar essas situações comuns, mas que geram bastante dor de cabeça, algumas regras simples devem ser colocadas em prática. Antes de mais nada, é importante destacar que as regras variam de acordo com o regimento do edifício e do tipo da vaga. No entanto, existem algumas situações bem recorrentes que temos que levar em consideração.

A seguir, vamos listar algumas medidas que, se adotadas, fazem toda a diferença para evitar conflitos entre os condôminos por conta do mau uso da garagem de apartamento.

garagem de apartamento

Garagem de apartamento não é depósito

Em empreendimentos que possuem vagas privativas, como o Eco Summer Tambaú, um dos motivos mais comuns de polêmica é o uso da garagem como depósito. De modo geral, a garagem não pode ser utilizada com esse intuito. Para evitar isso, muitos síndicos orientam seus funcionários a fazerem inspeções nos locais.

Tomar essa atitude é proibida por alguns motivos, como a possível desvalorização do imóvel quando um interessado visita o local e se depara com a cena, ou por questões de segurança em caso de depósito de objetos perigosos, além de atrapalhar a passagem das pessoas.

As vagas devem ser distribuídas pelo condomínio, não pelos moradores

Se você está se mudando para um condomínio e tem carro próprio, é importante que você tenha consciência de que o local onde você irá estacionar não depende de você, mas sim do regimento interno do empreendimento. Então, para evitar problemas, certifique-se de verificar qual vaga é correspondente ao apartamento que você está adquirindo. Além disso, caso futuramente você deseje mudar sua vaga ou trocar pela de outro condômino, verifique se o regulamento permite.

Garagem de apartamento não é oficina, nem lava-jato

Em casos de manutenção ou lavagem do seu veículo, geralmente é orientado que ele seja retirado da vaga para que o procedimento possa ser feito. Fazer isso dentro do condomínio pode gerar situações incômodas para os condôminos.

garagem de apartamento 01

Problemas referentes às vagas não devem ser resolvidos com os condôminos

Para evitar desentendimentos com outros moradores, recomenda-se que problemas referentes às vagas não sejam resolvidos diretamente com os condôminos. A medida correta a ser tomada é levar e expor esses problemas nas reuniões com o síndico. Se a forma como um vizinho está utilizando sua vaga está lhe incomodando e atrapalhando, evite discutir diretamente com ele.

Dessa forma, você evita uma discussão que pode gerar um conflito mais sério. Além disso, pode ajudar outras pessoas da reunião que estejam passando pela mesma situação e não o relataram.

Nem sempre o aluguel da sua vaga para outra pessoa é permitido

Quando um condômino não possui veículo próprio, é bastante comum que ele alugue sua vaga para outra pessoa. Porém, essa é uma prática que nem sempre é permitida pelo regimento interno. Antes de tomar essa atitude, é importante que você consulte o regulamento.

Há ainda casos em que essa questão não é citada em nenhuma regra específica. Nessas situações, o mais indicado é que o assunto seja levantado para discussão em uma reunião. Assim, além de evitar conflitos, você estará acobertado caso ocorra algum tipo de problema com o aluguel da sua vaga.

Gostou do nosso artigo? Então continue acompanhando o blog da Eco Construções. Acha que ele pode ser interessante para algum conhecido? Compartilhe nas suas redes sociais!

Compartilhe
FacebookTwitterWhatsApp

por Eco Construções

Uma empresa em movimento é uma empresa em constante evolução.

Ligamos para Você

Atendimento por Whatsapp

Atendimento por Whatsapp

Atendimento por Email